.EB1 de Esqueiros - Vila Verde - Braga - Portugal Agrupamento de Escolas de Vila Verde
Pequenos Gestos, Grandes Sorrisos!!
.Pequenos Gestos, Grandes Sorrisos!!

Sábado, 10 de Dezembro de 2011
Vila Verde e seus encantos!!

Os Esqueirinhos são alunos da EB1 de Esqueiros, Vila Verde (Braga) e têm um projeto em mãos: “SABERES E SABORES DA NOSSA TERRA”

Bora lá: “Olhar à nossa volta - conhecer e divulgar

 


publicado por esqueirinhos às 20:01
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
|

Quinta-feira, 15 de Abril de 2010
História do projecto da escola!

"A criança que não queria crescer"

Introdução:

Valéria vivia numa terra de sonho, (em Esqueiros) num jardim encantado, onde as plantas, os pássaros, as águas e os meninos como ela eram felizes. Valéria era uma menina muito pequenina e cheia de vida. Falava com os peixes, dançava com as borboletas, corria com os pássaros… e cheirava tão bem; como os frutos maduros. Um dia, ela decidiu que não queria crescer mais, porque se apercebeu que o nosso Planeta está doente por causa dos erros que os adultos cometem. Ao fim de algumas aventuras, ela muda de opinião e decide crescer e agir para salvar o Planeta Azul. Uma corrente de solidariedade é iniciada por Valéria na escola de Esqueiros e levada aos meninos da cidade de Braga, de Portugal, da Europa, do Mundo inteiro (até aos EUA e à China). Quando os homens e mulheres de todo o mundo ouvirem a mensagem da Valéria… podem imaginar como ficarão?

                              

A mãe da Valéria muitas vezes punha-se a observá-la… e com muito orgulho pensava:
- A minha pequenina parece uma princesa!
Para ela, uma princesa era uma menina vestida de azul, que fazia o que queria num jardim onde as flores são sempre belas e os frutos sempre maduros. E Valéria era uma menina feliz: o sol do amor da mãe fazia-a viver num jardim sempre cheio de flores e de frutos.
                       
Valéria tinha uma boneca muito pequenina, mas muito bonita, que fechava e abria os olhos. Também tinha um cão a quem por vezes batia, mas ele nem sequer se zangava.
Pela manhã, acordava sempre bem-disposta, tomava o pequeno-almoço e já com o corpo cheio de vitaminas ia para a escola. À tardinha, Valéria fazia os deveres na cozinha bem aconchegante. O cão dormia a seus pés, resmungando de vez em quando e agitando as patas, como se estivesse a correr em sonhos. À noite, tinha um segredo para a sua boa disposição, lavava os dentes, e sempre à mesma hora ia para a caminha ler um livro antes de adormecer.

Um dia, levaram a Valéria ao cinema ver um filme a cores. Talvez fosse A Gata Borralheira ou A Bela Adormecida. Não me recordo. Só sei que antes do filme mais longo, passaram um outro, mais curto. Era estranho e horrível, e chamava-se ACTUALIDADES.

Valéria no ecrã viu os perigos que o Planeta Terra atravessa… a poluição, os incêndios, a falta de água… homens a tentarem sobreviver a cheias, viu casas a desmoronarem-se em chamas, uma menina a chorar no meio dos destroços… viu animais a morrer cruelmente…

Valéria foi levada para casa e como não quis jantar deitaram-na na cama com a sua bela boneca. Mas nada nem ninguém podia desfazer aquelas imagens da memória e ela chorou toda a noite…

A partir daquele dia, Valéria não foi mais a mesma. A mãe via-a a emagrecer e a enfraquecer e todo o seu amor era impotente perante a tristeza da menina. Valéria não esquecia as faces tristes das crianças do ecrã. Às escondidas, lia os jornais que contam as histórias tristes do nosso Planeta Azul. Da biblioteca trazia dezenas de livros sobre as problemáticas do ambiente. Procurou informar-se sobre alguns temas: a destruição da camada de ozono, o aquecimento global, as alterações climáticas, falta de água, o desaparecimento de florestas e de algumas espécies de animais…

                                  

Valéria percebeu que esta é uma realidade preocupante e ficou muito triste… percebeu também que é o “homem” o grande causador destes problemas e se todos continuarem a agir de igual modo… não haverá mais jardins encantados (igual ao dela) onde as crianças brincam como princesas.
Durante semanas a fio, Valéria deixou a boneca no berço com os olhos fechados. O cão queria brincar com ela, mas a menina acariciava-o com um ar distraído. Quando o animal via os seus olhos tristes (os cães sabem ler os olhos), ia deitar-se, escondido, num canto.
Chamaram o médico, que examinou longamente Valéria e declarou que a menina não estava doente. Precisava apenas de se distrair. Mas é bem difícil distrair uma menina que não se interessa por nada. Sempre que lhe faziam uma pergunta, Valéria respondia:
— Não quero crescer, não quero crescer! Não quero ser adulta!
Ninguém compreendia. Em geral, todas as meninas querem crescer. Ninguém percebia do que Valéria tinha medo… O que Valéria queria, era refugiar-se no jardim da sua infância.  
O Verão passou, e as aulas iam começar. A mãe de Valéria esperava que a escola devolvesse de novo a sua filha, mais feliz e alegre como sempre foi. Começou a preparar as roupas de Inverno, mas deu-se conta de que não seriam precisos arranjos ou roupas novas. Valéria DEIXARA DE CRESCER.
A mãe, aflita, media a filha todos os meses. Mas a menina nunca ultrapassava a marca da Primavera anterior, a marca que tinha sido feita no dia do seu aniversário. Todos estavam aterrados. Apenas Valéria se sentia encantada. Queria tanto deixar de crescer! Tinha-o pedido aos pássaros, às nuvens, às borboletas.
    
E o seu desejo tinha sido satisfeito: não mais deixaria o seu jardim encantado. Tinha pena de não estrear vestidos novos, mas o que era isso comparado com ficar pequenina para sempre, bem junto da mãe, do cão e da boneca?
Os meses passaram e as pessoas habituaram-se a ver a Valéria sempre pequenina (as pessoas habituam-se depressa com o que acontece aos outros).
                      
Durante um ano, dois anos, três anos, nada mudou. Valéria lia, lia muito. O cão tornou-se mais sossegado, um pouco menos brincalhão (três anos na vida de um cão notam-se bem), e a boneca, à força de ser tantas vezes vestida e despida, ficou com os braços um pouco descolados. A acácia do pátio tinha crescido tanto que a Valéria via os seus ramos da janela do quarto. A mãe tinha-se resignado a ter uma filha que já não cresceria. Mas o sonho de todas as mães não é ter filhos que cresçam?
Um dia, no recreio da escola, Valéria quis juntar-se a um divertido grupo de colegas que brincavam. Mas uma menina já bastante crescida, disse-lhe:
— Tu não podes brincar connosco; és muito pequena!
                                   
Valéria sentiu-se aterrada, envergonhada e voltou para a sala sozinha e interrogou-se como poderiam elas ser tão cruéis.
Determinada, Valéria voltou ao recreio (a professora segui-a, as professoras percebem logo quando as coisas não estão bem) e pediu que a ouvissem:
- Minhas amigas quero que me ouçam, a vossa atitude não foi correcta, trataram-me com desprezo e excluíram-me das vossas brincadeiras só porque sou pequenina. Pois vim aqui dizer-vos algo muito importante, é convosco que eu quero brincar porque sois vós as minhas melhores amigas.
(De cabeças baixas ouviram-na em silêncio… a professora ouviu também.)
- "O que estão a ver é só o exterior... o mais importante é invisível" já dizia Antoine de Saint-Exupéry. O que realmente importa é o nosso interior, o tipo de meninos e meninas que somos. Se somos bons uns com os outros. Se temos a capacidade de respeitar as diferenças. Interessa é a nossa capacidade de dar aos outros, quer seja um sorriso, ou uma palavra bonita. O que importa é a nossa capacidade de dar a mão!
(Valéria voltou para a sala, o recreio tinha terminado…)
As colegas entraram na sala, abraçaram-na e pediram-lhe muitas desculpas. Foi um gesto muito simples mas muito bonito que encheu Valéria de felicidade.
Talvez tenha sido nessa mesma tarde que se deu conta de que o cão se tornara demasiado sereno e a boneca demasiado velha. Correu para casa com o seu coração cheio de confiança.
Em casa continuou a ler tudo o que encontrava: jornais, revistas, e muitos livros sobre ecologia. A mãe tinha mesmo de se impor para que ela apagasse a luz à noite. Nos livros, a Valéria descobria um mundo cheio de pesadelos, como os das Actualidades, mas nesse dia descobriu um mundo cheio de sonhos e de esperança.

                              
“Salve o Planeta Terra!
Ecologia é o estudo das relações dos seres vivos (plantas, animais, seres humanos) entre si e com o meio ambiente. É através da Ecologia que aprendemos a lidar com o meio ambiente, preservar o nosso planeta, cuidar dos animais, economizar agua, etc. Muitos adultos não se preocupam com o meio ambiente, e as crianças podem dar bons exemplos, aprendendo desde pequeninos a preservar o planeta que é delas; com isso elas estarão a cuidar do próprio futuro. O planeta tem enfrentado muitos problemas de aquecimento, destruição florestal, instabilidades climáticas, tudo por irresponsabilidade do ‘Homem’, e se não cuidarmos dele, num futuro próximo ele poderá não mais existir. Por isso é importante a consciencialização das crianças para um mundo melhor e mais puro!!”


Valéria sentiu-se tão confiante… que na manhã seguinte acordou a cantar. Ainda em camisa de dormir e descalça, foi até à janela, (aberta para o Sol) e gritou:
— Quero crescer, ouviste SOL, QUERO CRESCER!!

                    

Eufórica e ainda descalça correu pelo jardim… atrás das borboletas e dos pássaros… rebolou na relva, subiu às árvores, chamou a chuva, o vento, de novo o Sol, ela corria sem parar… e exclamava:
                
— Quero crescer, quero crescer!! Quero crescer saudável!!!
As aulas estavam prestes a começar, Valéria voltou para casa mas, quando quis vestir-se, deu conta que os sapatos já não lhe serviam. Enfiou-se a custo no vestido, que rebentou pelas costuras, que lhe ficava ridiculamente curto. VALÉRIA TINHA CRESCIDO!
A mãe, espantada, ao vê-la desatou a gritar e caiu em cima do cão. E todos reagiram como quando a Valéria deixara de crescer, porque ambas as situações eram igualmente inexplicáveis.
Valéria tentou compensar o tempo perdido, tornando-se uma bela menina, mais feliz e determinada. Como havia reencontrado o seu caminho, agora via tudo com mais clareza.
De regresso à escola, (e com a autorização da professora) propôs uma aula de ecologia aos seus amigos:
- E nós podemos e devemos agir! Querem começar já hoje a salvar o nosso Planeta Azul?
Ela tinha um Segredo na Palma da Mão, há muito tempo guardado no seu coração...
(Ela iria aparecer no grande ecrã, como o das Actualidades)
Valéria agitará uma varinha mágica sobre todo o mundo!!!

Paul Éluard
L’enfant qui ne voulait pas grandir
Paris, Pocket Jeunesse, 1999
(tradução e adaptação)
Adaptado pelos esqueirinhos, 2009
EB1 de Esqueiros, Vila Verde

 



publicado por esqueirinhos às 18:41
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
|

Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010
Hábitos saudáveis III

Os hábitos alimentares são decisivos para a nossa saúde.

Uma má alimentação pode contribuir, entre outros, para a obesidade, um dos maiores problemas de saúde pública. Alterar pequenos hábitos e comportamentos pode fazer a diferença para a nossa saúde.

 Bons hábitos

 - Na alimentação

 Bons hábitos

 - Na alimentação

 

      Mudar de hábitos, um desafio positivo!!

 



publicado por esqueirinhos às 17:36
link do post | comentar | sorrisos (3) | adicionar aos favoritos
|

Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009
História do projecto da escola!

"A criança que não queria crescer"

Introdução:

         Valéria vivia numa terra de sonho, (em Esqueiros) num jardim encantado, onde as plantas, os pássaros, as águas e os meninos como ela eram felizes. Valéria era uma menina muito pequenina e cheia de vida. Falava com os peixes, dançava com as borboletas, corria com os pássaros… e cheirava tão bem; como os frutos maduros. Um dia, ela decidiu que não queria crescer mais, porque se apercebeu que o nosso Planeta está doente por causa dos erros que os adultos cometem. Ao fim de algumas aventuras, ela muda de opinião e decide crescer e agir para salvar o Planeta Azul. Uma corrente de solidariedade é iniciada por Valéria na escola de Esqueiros e levada aos meninos da cidade de Braga, de Portugal, da Europa, do Mundo inteiro (até aos EUA e à China). Quando os homens e mulheres de todo o mundo ouvirem a mensagem da Valéria… podem imaginar como ficarão?

 

                                                         

A mãe da Valéria muitas vezes punha-se a observá-la… e com muito orgulho pensava:
- A minha pequenina parece uma princesa!
Para ela, uma princesa era uma menina vestida de azul, que fazia o que queria num jardim onde as flores são sempre belas e os frutos sempre maduros. E Valéria era uma menina feliz: o sol do amor da mãe fazia-a viver num jardim sempre cheio de flores e de frutos.
                               
Valéria tinha uma boneca muito pequenina, mas muito bonita, que fechava e abria os olhos. Também tinha um cão a quem por vezes batia, mas ele nem sequer se zangava.
Pela manhã, acordava sempre bem-disposta, tomava o pequeno-almoço e já com o corpo cheio de vitaminas ia para a escola. À tardinha, Valéria fazia os deveres na cozinha bem aconchegante. O cão dormia a seus pés, resmungando de vez em quando e agitando as patas, como se estivesse a correr em sonhos. À noite, tinha um segredo para a sua boa disposição, lavava os dentes, e sempre à mesma hora ia para a caminha ler um livro antes de adormecer.

         Um dia, levaram a Valéria ao cinema ver um filme a cores. Talvez fosse A Gata Borralheira ou A Bela Adormecida. Não me recordo. Só sei que antes do filme mais longo, passaram um outro, mais curto. Era estranho e horrível, e chamava-se ACTUALIDADES.

         Valéria no ecrã viu os perigos que o Planeta Terra atravessa… a poluição, os incêndios, a falta de água… homens a tentarem sobreviver a cheias, viu casas a desmoronarem-se em chamas, uma menina a chorar no meio dos destroços… viu animais a morrer cruelmente…

         Valéria foi levada para casa e como não quis jantar deitaram-na na cama com a sua bela boneca. Mas nada nem ninguém podia desfazer aquelas imagens da memória e ela chorou toda a noite…

         A partir daquele dia, Valéria não foi mais a mesma. A mãe via-a a emagrecer e a enfraquecer e todo o seu amor era impotente perante a tristeza da menina. Valéria não esquecia as faces tristes das crianças do ecrã. Às escondidas, lia os jornais que contam as histórias tristes do nosso Planeta Azul. Da biblioteca trazia dezenas de livros sobre as problemáticas do ambiente. Procurou informar-se sobre alguns temas: a destruição da camada de ozono, o aquecimento global, as alterações climáticas, falta de água, o desaparecimento de florestas e de algumas espécies de animais…

                                               

Valéria percebeu que esta é uma realidade preocupante e ficou muito triste… percebeu também que é o “homem” o grande causador destes problemas e se todos continuarem a agir de igual modo… não haverá mais jardins encantados (igual ao dela) onde as crianças brincam como princesas.
Durante semanas a fio, Valéria deixou a boneca no berço com os olhos fechados. O cão queria brincar com ela, mas a menina acariciava-o com um ar distraído. Quando o animal via os seus olhos tristes (os cães sabem ler os olhos), ia deitar-se, escondido, num canto.                                                       
Chamaram o médico, que examinou longamente Valéria e declarou que a menina não estava doente. Precisava apenas de se distrair. Mas é bem difícil distrair uma menina que não se interessa por nada. Sempre que lhe faziam uma pergunta, Valéria respondia:  
— Não quero crescer, não quero crescer! Não quero ser adulta!
Ninguém compreendia. Em geral, todas as meninas querem crescer. Ninguém percebia do que Valéria tinha medo… O que Valéria queria, era refugiar-se no jardim da sua infância.   
O Verão passou, e as aulas iam começar. A mãe de Valéria esperava que a escola devolvesse de novo a sua filha, mais feliz e alegre como sempre foi. Começou a preparar as roupas de Inverno, mas deu-se conta de que não seriam precisos arranjos ou roupas novas. Valéria DEIXARA DE CRESCER.
A mãe, aflita, media a filha todos os meses. Mas a menina nunca ultrapassava a marca da Primavera anterior, a marca que tinha sido feita no dia do seu aniversário. Todos estavam aterrados. Apenas Valéria se sentia encantada. Queria tanto deixar de crescer! Tinha-o pedido aos pássaros, às nuvens, às borboletas.
       
E o seu desejo tinha sido satisfeito: não mais deixaria o seu jardim encantado. Tinha pena de não estrear vestidos novos, mas o que era isso comparado com ficar pequenina para sempre, bem junto da mãe, do cão e da boneca?
Os meses passaram e as pessoas habituaram-se a ver a Valéria sempre pequenina (as pessoas habituam-se depressa com o que acontece aos outros).
                                 
Durante um ano, dois anos, três anos, nada mudou. Valéria lia, lia muito. O cão tornou-se mais sossegado, um pouco menos brincalhão (três anos na vida de um cão notam-se bem), e a boneca, à força de ser tantas vezes vestida e despida, ficou com os braços um pouco descolados. A acácia do pátio tinha crescido tanto que a Valéria via os seus ramos da janela do quarto. A mãe tinha-se resignado a ter uma filha que já não cresceria. Mas o sonho de todas as mães não é ter filhos que cresçam?
Um dia, no recreio da escola, Valéria quis juntar-se a um divertido grupo de colegas que brincavam. Mas uma menina já bastante crescida, disse-lhe:
— Tu não podes brincar connosco; és muito pequena!
                             
Valéria sentiu-se aterrada, envergonhada e voltou para a sala sozinha e interrogou-se como poderiam elas ser tão cruéis.
Determinada, Valéria voltou ao recreio (a professora segui-a, as professoras percebem logo quando as coisas não estão bem) e pediu que a ouvissem:
- Minhas amigas quero que me ouçam, a vossa atitude não foi correcta, trataram-me com desprezo e excluíram-me das vossas brincadeiras só porque sou pequenina. Pois vim aqui dizer-vos algo muito importante, é convosco que eu quero brincar porque sois vós as minhas melhores amigas.
(De cabeças baixas ouviram-na em silêncio… a professora ouviu também.)
- "O que estão a ver é só o exterior... o mais importante é invisível" já dizia Antoine de Saint-Exupéry. O que realmente importa é o nosso interior, o tipo de meninos e meninas que somos. Se somos bons uns com os outros. Se temos a capacidade de respeitar as diferenças. Interessa é a nossa capacidade de dar aos outros, quer seja um sorriso, ou uma palavra bonita. O que importa é a nossa capacidade de dar a mão!
(Valéria voltou para a sala, o recreio tinha terminado…)
As colegas entraram na sala, abraçaram-na e pediram-lhe muitas desculpas. Foi um gesto muito simples mas muito bonito que encheu Valéria de felicidade.
Talvez tenha sido nessa mesma tarde que se deu conta de que o cão se tornara demasiado sereno e a boneca demasiado velha. Correu para casa com o seu coração cheio de confiança.
Em casa continuou a ler tudo o que encontrava: jornais, revistas, e muitos livros sobre ecologia. A mãe tinha mesmo de se impor para que ela apagasse a luz à noite. Nos livros, a Valéria descobria um mundo cheio de pesadelos, como os das Actualidades, mas nesse dia descobriu um mundo cheio de sonhos e de esperança.

                                        
          “Salve o Planeta Terra!
         Ecologia é o estudo das relações dos seres vivos (plantas, animais, seres humanos) entre si e com o meio ambiente. É através da Ecologia que aprendemos a lidar com o meio ambiente, preservar o nosso planeta, cuidar dos animais, economizar agua, etc. Muitos adultos não se preocupam com o meio ambiente, e as crianças podem dar bons exemplos, aprendendo desde pequeninos a preservar o planeta que é delas; com isso elas estarão a cuidar do próprio futuro. O planeta tem enfrentado muitos problemas de aquecimento, destruição florestal, instabilidades climáticas, tudo por irresponsabilidade do ‘Homem’, e se não cuidarmos dele, num futuro próximo ele poderá não mais existir. Por isso é importante a consciencialização das crianças para um mundo melhor e mais puro!!”


Valéria sentiu-se tão confiante… que na manhã seguinte acordou a cantar. Ainda em camisa de dormir e descalça, foi até à janela, (aberta para o Sol) e gritou:
— Quero crescer, ouviste SOL, QUERO CRESCER!!

                              

Eufórica e ainda descalça correu pelo jardim… atrás das borboletas e dos pássaros… rebolou na relva, subiu às árvores, chamou a chuva, o vento, de novo o Sol, ela corria sem parar… e exclamava:
                          
 — Quero crescer, quero crescer!! Quero crescer saudável!!!
As aulas estavam prestes a começar, Valéria voltou para casa mas, quando quis vestir-se, deu conta que os sapatos já não lhe serviam. Enfiou-se a custo no vestido, que rebentou pelas costuras, que lhe ficava ridiculamente curto. VALÉRIA TINHA CRESCIDO!
A mãe, espantada, ao vê-la desatou a gritar e caiu em cima do cão. E todos reagiram como quando a Valéria deixara de crescer, porque ambas as situações eram igualmente inexplicáveis.
Valéria tentou compensar o tempo perdido, tornando-se uma bela menina, mais feliz e determinada. Como havia reencontrado o seu caminho, agora via tudo com mais clareza. 
De regresso à escola, (e com a autorização da professora) propôs uma aula de ecologia aos seus amigos:
- E nós podemos e devemos agir! Querem começar já hoje a salvar o nosso Planeta Azul?
 Ela tinha um Segredo na Palma da Mão, há muito tempo guardado no seu coração...
(Ela iria aparecer no grande ecrã, como o das Actualidades)
Valéria agitará uma varinha mágica sobre todo o mundo!!!

Paul Éluard
L’enfant qui ne voulait pas grandir
Paris, Pocket Jeunesse, 1999
(tradução e adaptação)
Adaptado pelos esqueirinhos, 2009
EB1 de Esqueiros, Vila Verde

 



publicado por esqueirinhos às 21:49
link do post | comentar | sorrisos (10) | adicionar aos favoritos
|

Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009
No motivar... é que está o ganho!!

AS NOSSAS MENSAGENS  DA ALIMENTAÇÃO - MUDANÇA DE ATITUDES - CUIDE DO SEU CORPO

Faça uma alimentação saudável e equilibrada!

Nunca falhe o pequeno-almoço. Faça um bom pequeno-almoço. Não se esqueça desta refeição (ela é a mais importante) e de beber muito leite. Beba leite (todos os dias 3 a 4 copos). Quem toma o pequeno-almoço tende a ter uma mente mais aberta e um peso mais saudável do que quem não o faz. Saboreie fruta fresca ou vegetais ao começar o dia.

Inclua fibras no pequeno-almoço.

Faça, pelo menos, 5 refeições por dia. Coma um pouco de todos os alimentos! Ingira alimentos ricos em fibras como legumes, verduras e frutas. Coma ovos, carne e peixe (todos os dias alternando as 3 variedades). Coma nabos, couves, saladas, etc. (todas as refeições). Coma fruta (pelos menos uma peça a cada refeição).  Frutas e iogurtes são excelentes lanches.

Beba água com e sem sede. Deve-se ingerir muitos líquidos, principalmente água (2 a 3 litros). A água é indispensável à saúde, fundamental para o equilíbrio do nosso organismo.
Deve fazer as refeições em lugar tranquilo e sem pressas. Evite beber refrigerantes e bebidas com gás, prefira sumos naturais.

O açúcar deve ser diminuído, diminua o consumo de bolos e doces. Controle o consumo de sal. Evite o uso de óleos para temperar as saladas, use vinagre ou sumo de limão. Evite alimentos fritos, dê preferência aos grelhados ou cozidos. Deve-se mastigar no mínimo 30 vezes cada garfada. Movimente-se, irá ajudá-lo a ter mais saúde! Alunos 1º/4º ano

  Coma, beba e mexa-se!

              Pequenos Gestos, Grandes Sorrisos!!!!

 



publicado por esqueirinhos às 22:41
link do post | comentar | sorrisos (4) | adicionar aos favoritos
|

Quinta-feira, 29 de Outubro de 2009
Fomos notícia no Jornal Terras do Homem

O sorriso das crianças vale mais do que mil palavras.

"esqueirinhos" no Jornal Terras do Homem

No “Dia da Alimentação”, 16 de Outubro, contámos com a presença de um jornalista (e já nosso amigo) do Jornal "Terras do Homem" que cobriu o nosso evento, a Feirinha da Marmelada. O Helder Fernandes tirou algumas fotografias e entrevistou a professora Lai e dois meninos, a Juliana e o Diogo. Estes deram uma breve explicação dos objectivos deste projecto e os passos que seguimos.
A notícia foi publicada, hoje dia 29 de Outubro, e todos nós ficámos muito orgulhosos por sairmos no jornal. Ficámos também muito contentes, por sabermos que a nossa Feirinha, serviu para aprendermos a colaborar e a trabalhar em conjunto; e sobretudo, muito felizes pelos resultados das aprendizagens que conseguimos.

                     Notícia aqui!
Bons hábitos de alimentação saudável, SEMPRE!!!

                 

                  Hoje o blog "esqueirinhos" obteve,

                    482 visitas num só dia!!!

                                              (imagem, 29-10-2009, às 23h59)

 

 



publicado por esqueirinhos às 22:14
link do post | comentar | sorrisos (4) | adicionar aos favoritos
|

Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009
Dia Mundial da Alimentação em Esqueiros - Vila Verde II

Aos olhos das Crianças, alguns comentários sobre a Feirinha da Marmelada.

Gostaram da Feirinha da Marmelada?

“ Eu gostei porque tinha muita gente.” “Gostei porque dançámos e cantámos.”


“Gostei porque a Mãe e avó Bia vieram à festa.”
“Gostei porque a minha avó foi lá e comprou quatro taças de marmelada.”


“Gostei porque a minha avó foi lá e comprou três taças de marmelada.”
“Porque a minha Mãe e o meu Pai foram à feira e compraram muita marmelada.”

 Comentários dos alunos do Jardim-de-infância 

Como vinham as pessoas?

Rui- As pessoas vinham a rir e com muito dinheiro na carteira. 

Sara- Na feirinha havia: marmelada, doce de maçã, doce de pêra, doce de pêssego e geleia, nós todos gritávamos muito para as pessoas comprarem.

Cátia- Para a Feirinha da Marmelada convidamos as avós e avôs para participarem na feira. As avós compraram muita marmelada com noz, sem noz, tinha geleia, doce de maçã e de pêssego. Estivemos a vender nas barracas que nós enfeitámos.


Magui - Todos nós gritávamos “comprem, comprem marmelada boa”.

César- Aquilo era divertido. Eu e os meus amigos distribuímos frases sobre a alimentação saudável a todas as pessoas. As pessoas liam e até se riam. A minha mãe estava a vender atrás da barraca e vendeu muito.


Egas- Fizemos marmelada na escola para se vender nesse dia. Tínhamos uma barraca feita pelos pais que estava muito bonita. A nossa escola ficou cheia de gente, era tudo a comprar. No fim uma senhora levou a marmelada toda.

Ju- Fui entrevistada pelo senhor jornalista, que me fez algumas perguntas.

Ana- Ainda tinha sobrado doce de maçã e doce de pêssego, mas três meninos foram pedir aos pais para comprarem as últimas taças.

Gostaram do baile? E da canção?

Ana - No fim da feirinha, os meninos fizeram um baile dos alimentos, dançámos a música do blog e cantámos uma canção sobre a alimentação. Foi muito divertido!

E do lanche, gostaram?

Daniel - Depois as mães fizeram-nos uma surpresa maravilhosa, ofereceram-nos um lanche saudável. Aí é que ficámos contentes, pois já tinhamos fome.

Esta feirinha foi muito divertida e saudável.
Comentários dos alunos 4º ano

Venderam tudo?

Eu adorei a Feirinha da Marmelada. Vendemos tudo e fizemos muito dinheirinho.
Nós vendemos tudo porque  vieram muitas pessoas comprar. Esta feirinha realiza-se uma vez por ano, na altura das colheitas.

Estou muito contente, porque houve muitas pessoas a colaborar para que fosse realizada a nossa feirinha. 

Comentários dos alunos do 3º ano
 

Aos Pais!

É tão agradável ver Pais participativos e empenhados na vida escolar dos seus filhos!!

E neste dia, juntos numa Campanha pela Alimentação Saudável. Foi tão bom, não foi?

A todos os Pais, Encarregados de Educação, Alunos, Docentes, Funcionárias, Amigos, Representantes de Pais e restantes Dinamizadores das Actividades do Projecto de escola, Autarquia e comunidade local, agradecemos a participação e o envolvimento dispensado nesta actividade. 


                       

 

 



publicado por esqueirinhos às 00:02
link do post | comentar | sorrisos (3) | adicionar aos favoritos
|

Sexta-feira, 16 de Outubro de 2009
Dia Mundial da Alimentação em Esqueiros - Vila Verde

O Dia Mundial da Alimentação foi celebrado em festa na EB1 de Esqueiros.

Feirinha da Marmelada-Baile dos Alimentos-Lanche saudável

Neste dia foram vendidas as tacinhas com a marmelada, as compotas e a geleia, acompanhadas de mensagens importantes, apelando a todos que sigam uma alimentação saudável e equilibrada.

Pais, familiares e amigos participaram em massa nesta actividade, um “Grande Aplauso” para eles.

O Diogo foi entrevistado pelo jornalista, do Jornal Terras do Homem.


Com este convívio, a nossa escola ficou “mais rica”, “mais saudável”, graças à participação de todos e à alegria dos “esqueirinhos”.  

Disfarçados de alimentos saudáveis, tivemos um “Baile dos Alimentos”, onde se dançaram as músicas de André Rieu.

Foi ainda partilhado um lanche saudável entre todas as crianças, oferecido pelos pais.

 



publicado por esqueirinhos às 23:05
link do post | comentar | sorrisos (1) | adicionar aos favoritos
|

Quinta-feira, 15 de Outubro de 2009
Dia Mundial da Alimentação celebrado em festa!!

Feirinha da Marmelada-Baile dos Alimentos-Lanche saudável

O Dia Mundial da Alimentação, comemora-se a 16 de Outubro. Como pretendemos fomentar hábitos alimentares saudáveis, lançámos uma proposta aos Pais e à Comunidade Local para participarem nesse dia, na “Feirinha da Marmelada”. 

Previamente, as professoras pediram aos alunos para trazerem de casa: marmelos, maçãs, pêras, açúcar, etc... e afixaram convites à população em vários pontos da aldeia. Os alunos também não pouparam esforços para convencer: pais, familiares e amigos para virem às compras, nesta data tão especial. Nesse dia serão vendidas as tacinhas com a marmelada, as compotas e a geleia, acompanhadas de mensagens importantes, apelando a todos que sigam uma alimentação saudável e equilibrada. O evento decorrerá das 9h às 10h30, na EB1 de Esqueiros, e foi organizado pelas turmas da EB1 e Jardim-de-Infância de Esqueiros. O programa prevê uma manhã divertida, a feirinha com jogos e brincadeiras alusivas à alimentação, onde incluiremos um “Baile dos Alimentos”, e que servirão de mote para outras actividades a realizar, posteriormente, na sala de aula.

Disfarçados de alimentos saudáveis…. dançaremos estas lindas músicas…

 

 

 

Durante a manhã será partilhado um lanche saudável entre todas as crianças.
Queremos que os pais, familiares, amigos... se juntem a nós,

nesta FESTA DOS ALIMENTOS. Não faltem!!!

 

 



publicado por esqueirinhos às 21:17
link do post | comentar | sorrisos (1) | adicionar aos favoritos
|

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008
Parabéns à comunidade de Esqueiros!!

Feirinha dos alimentos em Esqueiros - Vila Verde, Parte II

O pai da Tita, sr. Paulo Araújo comentou assim:

"Olá gotinhas, tenho pena de não ter podido ir à vossa feirinha, sei que foi um grande sucesso

e pelos vistos até as gotinhas do céu vieram à feira... É de louvar iniciativas como esta...

Muitos parabéns a todos e espero que as gotinhas continuem a trabalhar..."

 

Nós também estamos aqui, vejam!!

Também podem ler aqui a notícia:

Feirinha dos alimentos em Esqueiros privilegia alimentos saudáveis
No passado dia 16 de Outubro, no Dia da Alimentação, as escolas do Jardim-de-Infância e EB1 de Esqueiros, organizaram uma “Feira da Alimentação Saudável”.
Comemoraram a efeméride, através de uma abordagem lúdica, com uma excelente feira dos mais diversos tipos de alimentos "vendidos a preço simbólico pelos alunos" no pátio da EB1 de Esqueiros.

A Feira desenvolveu como tema central, a alimentação saudável, cuja tónica assentou “os alimentos saudáveis são nossos amigos”. A intenção foi criar nesta feira um espaço de referência, para as crianças aprenderem a importância de uma alimentação saudável e estimular os adultos a fazerem as escolhas certas para uma boa qualidade de vida.
Previamente, as professoras pediram aos alunos para trazerem de casa produtos alimentares: frutos, hortaliças, compotas, bolos, etc... e afixaram convites à população em vários pontos da aldeia. Os alunos também não pouparam esforços para convencer: pais, familiares e amigos para virem às compras, nesta data tão especial! E no dia, filas de mesas, como postos de venda de alimentos saudáveis, transformaram aquele recinto da escola num espaço de convívio entre todos.
No final, os produtos foram todos vendidos, vendedores e clientes mostravam cara de satisfação.
Só com a participação de todos podemos incentivar mudanças de atitudes e promover estilos de vida saudáveis.

A prof. Lai Cruz
 



publicado por esqueirinhos às 21:06
link do post | comentar | sorrisos (2) | adicionar aos favoritos
|

Quinta-feira, 16 de Outubro de 2008
Feirinha dos alimentos em Esqueiros - Vila Verde!

Dia da alimentação - 16 de Outubro

Feirinha dos alimentos em Esqueiros privilegia alimentos saudáveis.
Comemorámos a efeméride com uma excelente feira dos mais diversos tipos de alimentos

"vendidos a preço simbólico pelos alunos" no pátio da EB1 de Esqueiros.

Um agradecimento especial a toda a comunidade de Esqueiros: aos alunos,

auxiliares, pais, familiares e população em geral. A feirinha foi uma delícia,

graças à participação de todos vós.

 



publicado por esqueirinhos às 16:04
link do post | comentar | sorrisos (14) | adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008
Quem trouxe fruta hoje??

Os hábitos mantêm-se na escola de Esqueiros...

Alunos da EB1 de Esqueiros comem fruta nos recreios.

 



publicado por esqueirinhos às 01:05
link do post | comentar | sorrisos (1) | adicionar aos favoritos
|


.Sempre com muito ritmo, em cada dia!!!
.Quem são os "esqueirinhos"?
.Aqui os nossos MAIORES SORRISOS!!
Blog "esqueirinhos" destacado pelo SAPO DREN fez reportagem com "esqueirinhos" Reportagem DREN - Na Rota do Magalhães (PTE) Reportagem DREN - Dia Mundial da Criança WEBER WEBER WEBER CLEÓPATRA CARAVAGIO CARAVAGIO Blog ESQUEIRINHOS destacado nos BLOGS DO SAPO Blog ESQUEIRINHOS destacado nos BLOGS DO SAPO ........................
.OS NOSSOS VÍDEOS
Feirinha dos Sabores em Esqueiros .................................... Esqueiros vence CONCURSO ESCOLA + VERDE - A Câmara Municipal de Vila Verde atribuiu a estes meninos amigos do ambiente, este PRÉMIO FANTÁSTICO! Visita Parque Biológico de Gaia ........................................ Escola Mágica. Grande festa das "Olimpíadas do Saber", 20 de Junho no Pavilhão Municipal do Clube Atlântico da Madalena, Vila Nova de Gaia. .......................................... Alunos e Comunidade Local de Esqueiros fizeram passeio a Coimbra - Figueira da Foz! ......................................... A alegria do JORGE ROCHA na Figueira da Foz, um ESQUEIRINHO FELIZ! ........................................... Vídeo produzido para a elaboração da "WebQuest": "Uma Terra Encantada, num Planeta Feliz!!" .................................... Dia Mundial da Criança 2011 - Crianças que cuidam do PLANETA com muito AMOR! ....................................... O que é a Pegada Ecológica? Alunos recolheram, junto da comunidade local, opiniões sobre a Pegada Ecológica. ........................................ Dia da mãe em Esqueiros - Vila Verde - Juntos provámos ser amigos do ambiente! .......................................... VIVALDI, PRIMAVERA, ALLEGRO - Festa das flores! Vamos colorir o Planeta! ........................................... Que animal te faz lembrar o teu pai? (alunos 1º e 2º anos) ............................................. Animação do Carnaval na EB1 de Esqueiros ................................................ A lengalenga dos Esqueirinhos... (alunos 1º e 2º anos) "O que está..." O que está no ambiente? .............................................. Visita de estudo à Barragem da Caniçada. "energias renováveis " "energia eléctrica" "ambiente" ............................................... Canção da Valéria: Protege o Planeta!! ............................................... A CAPOEIRA está em FESTA! - EB1 Esqueiros (alunos 1º e 2º anos)
.Tags

. todas as tags

.esqueirinhos@sapo.pt
.Muito desporto deves fazer... o coração sempre a bater!!!
.Valéria vai à procura de muitos contos! Sigam-na!!
Vamos conhecer Vila Verde!!

Projeto da Escola 2012-13: “CRESCER COM O CONTO” 1º Período: “Contos em família”; 2º Período: “Contos na escola”; 3º Período: “Contos do mundo”.

.Sorrisos de todo o mundo
.Passinhos artísticos!
..................................... BLOGS EM DESTAQUE - SAPO
.Setembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.Sorrisos recentes

. Vila Verde e seus encanto...

. História do projecto da e...

. Hábitos saudáveis III

. História do projecto da e...

. No motivar... é que está ...

. Fomos notícia no Jornal T...

. Dia Mundial da Alimentaçã...

. Dia Mundial da Alimentaçã...

. Dia Mundial da Alimentaçã...

. Parabéns à comunidade de ...

. Feirinha dos alimentos em...

. Quem trouxe fruta hoje??

. Cosi - Portugal, Projecto...

. A fruta dá saúde às "frut...

. Imagina que tinhas uma ve...

.Sorrisos guardados

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.Pesquisar sorrisos
 
.Sorrisos mágicos
.Sorrisos especiais

. Esqueirinhos... em destaq...

. Esqueirinhos destacado no...

. Vejam o que encontrei na ...

. Cleópatra comenta no blog...

. Conceição Alves comentou ...

. DREN faz reportagem com "...

. DREN faz reportagem com "...

. - Não gritem, dizia a pro...

. PORQUE HOJE É O DIA MUNDI...

. "esqueirinhos" distinguid...